sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Santo Agostinho






Hoje é dia de Santo Agostinho.
Santo Agostinho tem uma força incrível e exerce grande influência para todos os católicos, porque assim como nós ele também foi pecador, mas graças a misericórdia de Deus pode encontrar o bom caminho.

Oração de Santo Agostinho:

Diante de Vós, Senhor, apresentamos o fardo dos nossos crimes e simultaneamente as feridas que por causa deles recebemos.


Se pensarmos no mal que fizemos, é bem pouco o mal que sofremos e muito maior o que merecemos. Foi grave o que ousamos cometer e leve o que agora sofremos. Sentimos que é dura a pena do pecado e no entanto não nos decidimos deixar a ocasião dele. A nossa fraqueza geme esmagada sob o peso dos castigos com que nos punis justamente, e a nossa maldade não quer se desfazer dos seus caprichos. O espírito anda atormentado, mas a cerviz não se verga.

A nossa vida suspira no meio das dores e não nos corrigimos.


Se contemporizardes conosco, não nos emendamos, e se tirais de nós vingança, gritamos que não podemos. Se nos castigais, sabemos declarar que somos réus, mas se afastais por um pouco a Vossa ira, esquecemos logo o que deploramos.


Se levantardes a mão, logo prometemos a emenda, se retirais a espada, já nos esquecemos da promessa. Se nos feris, gritamos que nos perdoeis, se nos perdoais logo entramos de Vos provocar. Tendes-nos aqui, Senhor, diante de Vós, confessamos os nossos pecados; se Vos não amerceais de nós, aniquilar-nos-á a Vossa justiça.


Concedei-nos Pai onipotente, o que sem merecimento algum de nossa parte Vos pedimos, Vós que nos tirastes do nada. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Amém.


V. Senhor, não nos trateis segundo os nossos pecados.


R. Nem nos castigueis segundo as nossas iniqüidades.

Oremos – Ó Deus, a quem o pecado ofende e a penitência propicia, olhai favoravelmente para as preces do Vosso povo e relegai para longe os vossos castigos da Vossa ira, que merecemos com os nossos pecado. Por Nosso Senhor Jesus Cristo. Amém.

Fonte:Montfort

Um comentário:

Mari disse...

Olá a todos vocês!
Ando meio sumida dos comentários nos amigos...mas estou visitando aos poucos.
Estudei na faculdade Santo Agostinho, li muito sobre a filosofia do direito e jamais vou esquecer como ele proclamava pela vida.
Um beijinho a todos vocês, mari!

"O que pode temer o filho nos braços do Pai?"

São Pio de Pietrelcina