domingo, 28 de junho de 2009

Gayzismo fecha agência católica de adoção da Inglaterra

Da Rádio Vaticano:

Westminster, 27 jun (RV) - A agência católica para as adoções da arquidiocese de Westminster encerrou as suas atividades. O motivo é a lei contra as discriminações e seus regulamentos de atuação que, desde o último mês de janeiro, proíbem a todas as agências do setor no Reino Unido rejeitar a adoção de crianças a casais homossexuais. “Se tivéssemos que continuar nessa nossa atividade – explica a Westminster Catholic Children’s Society em um comunicado – seríamos obrigados a tratar também os pedidos de casais homossexuais, em contraste com os nossos critérios segundo os quais os casais que requerem uma adoção devem ser um homem e uma mulher casados. Os nossos membros – precisa o comunicado – estão convencidos de que essa seja a melhor coisa para uma criança, como, por sua vez, foi demonstrado por pesquisas, mas também em linha com os ensinamentos da Igreja”.

A agência tinha suspendido a sua atividade no dia 1º de janeiro último, na expectativa da sentença de um tribunal de Leeds chamado a decidir sobre um apelo da agência diocesana para as adoções que tinha pedido para poder continuar a sua atividade segundo os ensinamentos da Igreja católica. O apelo foi rejeitado. A agência da arquidiocese de Westminster é a segunda agência católica de adoção a ter optado pelo fechamento. A maior parte das agências católicas de adoção britânicas ao invés decidiu renunciar ao próprio status de agência diocesana. (SP)

Um comentário:

"O que pode temer o filho nos braços do Pai?"

São Pio de Pietrelcina