sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

A noite mais importante da História


Naquela noite, uma estrela enorme, fulgurante, maravilhosa, brilhou sobre a Terra. Povos de todo o mundo a viram, pois ela brilhou ainda por muitas noites. Ela chamou a atenção dos reis e dos sábios, dos pequeninos e dos humildes. Aquela estrela brilhou, majestosa, para anunciar o acontecimento mais importante da História. Para anunciar que o dia mais esperado de todos os tempos, o dia prometido pelo qual o Povo Escolhido esperava havia milênios, havia chegado. Não foi apenas a estrela brilhante que anunciou esse dia. Anjos cantaram no Céu para comemorar: "Hosana nas alturas! Bendito O que vem em nome do Senhor!" O Filho de Deus acabava de nascer.

Você já parou para pensar em como esse acontecimento é maravilhoso e cheio de significados?

Ao nascer como homem, como pequena e frágil criança, Deus fez-se carne. Deus, na pessoa do Filho, assumiu a forma da sua criatura. Deus escolheu viver entre nós, como nós, padecendo as mesmas sofrimentos, compartilhando as mesmas alegrias. Deus decidiu sentir frio, calor, medo, dor, mas também o carinho de uma família, o calor da amizade, o prazer do sorriso. Ora, somente um gesto pode demonstrar mais amor do que esse de nascer como nós e viver junto de nós: morrer por nós, um milagre que ocorreu pouco mais de trinta anos depois dessa noite.

Pense no assombro dos pastores quando foram surpreendidos no meio da noite por uma multidão de anjos. E em sua alegria, logo em seguida, de poder estar – os primeiros do mundo inteiro – diante de Deus feito homem. Pense nos reis magos, que estavam acostumados com todo luxo e toda pompa, que haviam procurado Deus durante a vida inteira e foram encontrá-Lo envolto em trapos, pequenino, numa estrebaria. Pense em Maria e José, que tinham diante de si a responsabilidade infinita, a honra e o prazer únicos de serem os pais terrenos de Deus.

Ao nascer em meio à simplicidade, longe do conforto, cercado de pessoas simples, Jesus também dá um recado. Os homens costumam valorizar o status, o poder, as aparências. Deus ignora essas coisas. Os pobres pastores judeus e os ricos Magos da Pérsia o encontram. É o sinal de que Ele veio para todos os homens e para todas as mulheres, de todos os lugares.

Os significados do Natal são tão gigantescos e surpreendentes que não é possível falar de todos num pequeno texto. Apenas temos que lembrar que é a noite mais importante de todos os tempos e sua importância é essa: é a noite em que Jesus Cristo, o Filho de Deus, nasceu entre os homens. É o dia em que começa uma longa caminhada que culminará com a Ressurreição, com a vitória sobre a morte. É por isso que, na época do Natal, as pessoas ficam mais solidárias, mais abertas ao amor. Ora, foi nesse dia que o Amor se fez carne.

É por isso também que é importante valorizar o real significado do Natal. Papai Noel, presentes, decoração natalina, ceia. Essas coisas todas são boas, mas não são o essencial. O que importa é celebrar o nascimento de Jesus, o que importa é nos oferecermos a Ele, é saudá-lo e honrar o seu nascimento mudando os nossos corações, buscando verdadeiramente a santidade. De nada adianta fazer uma grande festa se ainda nos prendemos ao pecado. De nada adianta entoar cânticos se não mudarmos de vida, se não buscarmos seguir o caminho que Jesus nos aponta. Devemos deixar Cristo nascer em nós, para que possamos renascer com Ele. Isso sim, é Natal.

Veja também:

Jingle Bells

Papa pede a cristãos que montem presépio em casa

Noite Feliz

Jesus nasceu mesmo num dia 25 de dezembro

Angels we have heard on high

Preparemo-nos para o nascimento do Menino Deus

Adeste Fideles

O verdadeiro Natal

Devoção de Natal

O Garoto do Tambor

É o Natal que se aproxima

Ajude a Salvar o Natal

2 comentários:

joaquim disse...

Aqui vos deixo esta oração em verso

Senhor,
A espera é deliciosa
Porque sabemos o que esperamos.
Esperamos aquilo que não temos
E só Tu nos podes dar.
Esperamos a verdadeira vida,
A vida feita de amar,
Aquela que nos faz irmãos,
Filhos de Deus para sempre.
Esperamos junto ao rebanho
Ansiosos na noite escura,
Que pelo Teu Nascimento
Se há-de converter em luz pura.
Rompem-se as trevas,
Clareia o dia,
Parece que já ouvimos
Dos anjos a melodia:
Glória, glória a Deus,
E aos homens paz e alegria.
Ó que espera bonançosa,
Que promessa tão querida,
O Senhor do Universo,
Faz da noite um novo dia.
Em Ti Menino repousa
A esperança da humanidade.
Nasce em cada coração,
Molda-nos na Tua vontade,
Faz de nós verdadeiros homens
Em busca da única Verdade.
Ó que espera tão ditosa,
Tão cheia de amor eterno.
O Filho amado do Pai
Nasce assim tão simplesmente
Para nunca nos deixar sós.
Ó que espera tão gozosa
Que dá vida às nossas vidas.
O Senhor de todas as coisas,
Faz-se assim humildemente,
Frágil Homem como nós.

Abraço amigo em Cristo

Kenosis disse...

Belo post, irmãozinho! Passo pra desejar um Santo Natal, pleno De Deus Amor! E pra dizer que tem presente de Natal lá em casa pra vcs! Grande Abço!

"O que pode temer o filho nos braços do Pai?"

São Pio de Pietrelcina