quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Jesus de Nazaré, por Bento XVI: um livro essencial

Jesus foi um revolucionário cujos ensinamentos foram distorcidos por discípulos machistas e conservadores? Ou foi um guru pacifista que prenunciou a cultura "paz e amor"? Ou quem sabe foi apenas mais um entre muitos profetas judaicos? Já faz algum tempo os estudiosos se colocam essas questões. E já faz algum tempo que a mídia busca as respostas mais estapafúrdias para elas.

O livro Jesus de Nazaré - Do Batismo à Transfiguração é uma excelente resposta a toda esses modismos. Quem o escreveu foi o próprio papa Bento XVI - ou, antes, o teólogo Joseph Ratzinger. Com base nas palavras da Bíblia e em inúmeros estdos posteriores - estudos feitos porcatólicos, protestantes, judeus e por ateus -, o Papa busca compreender melhor quem foi Jesus Cristo. Mas não simplesmente esse "Jesus histórico" do qual tanto se fala - é o Jesus real que o livro busca. Não o Jesus meramente humano - e, portanto, despido de sua outra essência - e sim o Jesus humano e divino, ou seja, completo.

Obviamente o livro não se pretende um retrato de Jesus, mas uma refutação daqueles argumentos que buscaram tirar Jesus de seu contexto e adaptá-lo ao gosto do momento.

Para isso, o livro vai acompanhando os passos de Jesus desde o seu batismo no rio Jordão até o momento de sua transfiguração. Bento XVI analisa suas palavras e gestos e busca compreendê-los em seu contexto. Sao particularmente esclarecedores os capítulos dedicados às bem-aventuranças do Sermão da Montanha e ao Pai-Nosso.

Trata-se, enfim, de uma excelente exegese dos Evangelhos que deve ser, em breve, completada por um segundo volume tratando dos momentos finais da vida de Cristo. A leitura, excetuando-se a árida introdução, é bastante fácil e prazerosa. Deve-se destacar também que, de saída o Papa esclarece: não está falando ali na condição de pontífice, mas na de teólogo. Ou seja, o livro não propõe novas verdades de fé e presta-se à contestação.

É reconfortante ter como líder um intelectual do porte de Bento XVI. Suas obras, como Jesus de Nazaré, são um alento para os fiéis.

2 comentários:

Paulo disse...

Se tiver o livro em suporte informático (.doc, .pdf) AGRADEÇO.

Moisés disse...

Só tenho o livro em suporte físico mesmo. Se puder comprar, vale a pena.

"O que pode temer o filho nos braços do Pai?"

São Pio de Pietrelcina