domingo, 24 de agosto de 2008

A Teologia do Corpo - lançado site brasileiro


O corpo e a sexualidade são sagrados. Esse é o princípio que norteia a chamada Teologia do Corpo (Teology of the Body, TOB, em inglês) - uma linha de reflexão surgida a partir das catequeses do Papa João Paulo II sobre o amor humano. Essas catequeses foram proferidas entre 1979 e 1984 e deram origem a vários trabalhos sobre a relação do homem e da mulher, o significado esponsal do corpo humano, a natureza e missão da família, o matrimônio, o celibato, a luta espiritual do coração do homem, a linguagem profética do corpo humano, o amor conjugal, entre outros assuntos.

Recentemente foi lançado o site www.teologiadocorpo.com.br - a primeira página na internet brasileira dedicada ao tema. Lá é possível encontrar vários artigos sobre o assunto, além de documentos da Igreja e propostas de estudos para serem feitos em grupos de oração. Vale a pena conhecer o site.

"A Teologia do Corpo propõe uma visão positiva e integral do homem (corpo, alma e espírito), contrariando a visão equivocada — talvez herança do maniqueísmo — de que a salvação pertence à alma (dimensão espiritual), que aspira ao Bem, enquanto o corpo (dimensão carnal) é concupiscente e aspira ao mal.

Para a surpresa de muitos, a Teologia do Corpo ensina que o corpo e a sexualidade não devem ser desprezados, como o fazem tanto os puritanos quanto os libertinos. Ao contrário, o corpo e a sexualidade são tão valorizados pela doutrina católica que chegam a ser considerados até sagrados. A teoria pode parecer complicada à primeira vista, mas a Teologia do Corpo provoca em quem a estuda fortes reflexões e uma profunda compreensão das orientações da Igreja no aspecto moral." (Fabrício L.)

Um comentário:

Julie Maria disse...

Queridos Amigos, se podemos resumir uma frase que norteia a TOB seria a do proprio Papa JPII: "Pela Encarnação do Verno o corpo entra na teologia pel porta principal".

Convidamos a todos a visitarem o nosso site e obrigda por divulgar!!!

"O que pode temer o filho nos braços do Pai?"

São Pio de Pietrelcina